Cirurgias do Abdome

A cirurgia da região abdominal está indicada para pacientes insatisfeitos com essa região corporal e que podem se beneficiar com alguma das opções de cirurgia. A escolha do procedimento mais adequado depende das características de cada abdome. Devem ser considerados excesso de gordura, excesso de pele e até cicatrizes previas

Abdominoplastia - Dermolipectomia Abdominal

Para pacientes que apresentam apenas excesso de pele, sem excesso de gordura, geralmente o melhor procedimento a ser realizado é a abdominoplastia (dermolipectomia abdominal). Em tal procedimento, realizamos a retirada do excesso de pele da região inferior do abdome, ou até mesmo em “âncora” nos casos de grande perdas de peso (após cirurgia bariátrica, grandes emagrecimentos). Em ambos os casos é realizado o fechamento do músculo do abdome, tornando-o mais tonificado e com um perfil mais “reto”.

A cicatriz resultante é em volta do umbigo e acima do púbis se estendendo até os ossinhos da lateral. Nos casos de âncora, a cicatriz, como o nome já diz, é em formato de âncora.

A anestesia realizada para estes procedimentos pode ser a peridural associada à sedação, ou anestesia geral.

 

Lipoaspiração

A lipoaspiração está indicada para pacientes que apresentem gordura localizada no abdome, sem flacidez muscular e sem excesso de pele. 

 

A cicatriz resultante são cerca de 3 pequenas incisões de 1 cm, geralmente 1 no umbigo e outras 2 disfarçadas na linha da roupa de banho.

 
 

Lipoabdominoplastia

Quando há excesso de gordura e pele, em geral, indicamos a lipoabdominoplastia, que nada mais é que a junção da lipoaspiração com a abdominoplastia. Realizamos primeiramente a lipoaspiração (que pode ser feita nas costas e no abdome) e em seguida a retirada do excesso de pele. Nesta cirurgia também realizamos o “fechamento” do músculo, para deixar o abdome mais tonificado e melhorar o aspecto de 'estômago alto”, que muitas vezes é causado pela flacidez muscular que permite a projeção excessiva da região acima do umbigo.

   Esta cirurgia permite a redefinição do contorno corporal como um todo,  melhorando desde a região das costas até o abdome.

    A cicatriz resultante é a mesma que a abdominoplastia, ou seja, em cima do púbis até os ossinhos, podendo haver pequenas cicatrizes de cerca de 1 cm nas costas quando é feita a lipoaspiração dessa região, todas posicionadas em regiões de dobras naturais para disfarçar

     A anestesia realizada para estes procedimentos pode ser a peridural associada à  sedação, ou anestesia geral.

 

Em alguns poucos casos, pode-se fazer o que chamamos de miniabdominoplastia. Este procedimento está indicado para pacientes que não têm excesso de pele suficiente para realização da abdominoplastia completa, mas tem alguma sobra que não permita a realização exclusiva da lipoaspiração, ou ainda que possuam uma flacidez na parede abdominal devido a gestações, por exemplo, que necessite de um "fechamento”.

A cicatriz resultante é parecida com a de uma cesárea, um pouco maior. Nesses casos, não há cicatriz em volta do umbigo.

A anestesia realizada para estes procedimentos pode ser a peridural associada à sedação, ou anestesia geral.