Infelizmente o câncer de mama é uma patologia muito frequente. Apesar da grande maioria dos acometidos serem mulheres, homens também estão sujeitos a essa neoplasia. Quando há necessidade de retirada mama, ela pode ou não ser reconstituída.

 

Para a reconstrução, a cirurgia pode ser imediata, ou seja, é feita na mesma intervenção cirúrgica que a retirada do tumor, ou tardia, em que a reconstrução é feita em uma cirurgia algum tempo após a retirada da mama.

 

O que define se a mama pode ou não ser reconstituída de imediato, é o conjunto de fatores relacionados àneoplasia, avaliados pelo mastologista que fará a cirurgia do tumor.

 

A reconstrução pode variar desde a colocação de uma prótese para preencher o local da retirada, até a utilização de tecidos de outras partes do corpo (costas, abdome) para preenchimento da mama, associados ou não a uma prótese.

 

A escolha da técnica cirúrgica mais apropriada depende basicamente da quantidade de tecido mamário e de pele que foi removido, se houve ou não preservação da musculatura, etc.

 

Reconstrução de mama

Vale lembrar que exame periódico das mamas ainda é a melhor maneira de diagnosticar o câncer em sua fase inicial, fazendo com que aumentem as chances de cura e possibilite uma melhor reconstrução mamária.