Cirurgia das Pálpebras

Também conhecida como blefaroplastia, a cirurgia de pálpebra melhora a aparência das pálpebras superiores, das pálpebras inferiores, ou de ambas. A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta.

Blefaroplastia Superior

É a cirurgia realizada para a remoção de excesso de bolsas de gordura, excesso de pele ou ambos, na pálpebra superior. A indicação da cirurgia depende da quantidade de bolsas ou de pele que há em excesso. Determinantes para essas intervenções são as características individuais e o envelhecimento. Há pacientes jovens que podem se beneficiar desse tipo de cirurgia, por terem um formato de pálpebras que as deixam com um aspecto cansado.

O resultado dessa cirurgia é a área dos olhos com um aspecto mais leve e descansado, resolvendo a sensação de peso provocado pelo excesso de pele.

A cicatriz é posicionada no sulco palpebral (na dobrinha que há acima do olho) e costuma ter um resultado muito satisfatório com uma cicatriz imperceptível na grande maioria dos casos.

A anestesia para realização desse procedimento geralmente é local, associada à sedação

 

Blefaroplastia Inferior

 

É a cirurgia das pálpebras de baixo do olho. Está indicada para a remoção de excesso de bolsas de gordura, pele ou ambos. Pode ser feita por uma pequena incisão bem rente aos cílios para retirada de pele com ou sem retirada de bolsas de gordura, ou com uma incisão por dentro da mucosa da pálpebra (transconjuntival) nos casos apenas de excesso de gordura.

A cicatriz no caso da cirurgia transconjuntival fica invisível (por ser por dentro da pálpebra), e a cicatriz rente aos cílios fica imperceptível na grande maioria dos casos.

A anestesia geralmente é local associada à sedação.